Localizado na cidade de Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte, em Minas Gerais, o Instituto Inhotim é um daqueles lugares que impressionam e vale a pena visitar. O complexo de arte contemporânea instalado em meio à natureza – com direito a ideias de paisagismo dadas por Burle Marx –, jardim botânico e lagos de água verde-esmeralda, cria um convite para os visitantes percorrerem e vivenciarem não apenas as obras, mas também sua vasta área. O local abriga permanentemente cerca de 800 criações de 100 artistas de diferentes nacionalidades - números que fazem de Inhotim o maior museu a céu aberto do mundo.

Variadas espécies botânicas compõem o ambiente. A galeria "Vegetation Room", da espanhola Cristina Iglesias, fica camuflada em meio à vegetação e precisa ser visitada. Os tons de azul dos azulejos do painel "Celacanto Provoca Maremoto" encantam os fãs da artista carioca Adriana Varejão. Destaque ainda para as cores vibrantes da obra "Invenção da cor, Penetrável Magic Square # 5, De Luxe, 1977", de Hélio Oticica.

 

Adriana Varejão Helio Oiticica Lygia PapeAdriana Varejão Helio Oiticica Lygia PapeAdriana Varejão Helio Oiticica Lygia Pape

 

Para fazer o passeio completo, separe um dia extra para visitar o imenso complexo artístico mineiro. O ideal é tirar um fim de semana para se hospedar nas pousadas de Brumadinho e ficar mais próximo do local. Se preferir, é possível passar a noite em Belo Horizonte, apenas tenha em mente que o trajeto entre as duas cidades leva cerca de uma hora e meia para ser percorrido, ok?

 

Restaurante TamborilCentro Educativo Burle MarxDoug Aitken

Crédito das fotos: Eduardo Eckenfels, Rossana Magri, Daniella Paoliello, Ricardo Mallaco e Marcelo Coelho.

 

Já visitou o Museu? Traga dicas para nós! Aqui você pode descobrir mais sobre o Japão.